É bom ter sócio?

É bom ter sócio?

Qual a melhor sociedade?

Sempre que perguntam sobre sociedade, a resposta padrão é que se trata de algo muito complexo e o ideal é não ter sócios.

Mas o que se tem observado na maioria das organizações são empresas com sócios. Então vamos mudar a pergunta. Qual a sociedade ideal? É aquela em que os envolvidos reúnem competências diferentes em prol do negócio.

 

Vantagens e desvantagens de ter um sócio

 

Antes de mais nada, precisamos compreender quais as vantagens e as desvantagens de ter um ou mais sócios. A grande vantagem está em poder dividir responsabilidades, riscos e dificuldades que envolvem os negócios.

Outro benefício é o fato de ter mais uma pessoa focada no sucesso do negócio junto a você. Quanto às desvantagens mais evidentes, podemos mencionar a disputa por poder, conflitos, desencontros nas ações, colocando o negócio em xeque e correndo risco, na maioria das vezes, de perda de recursos fundamentais para alançar o sucesso.

 

Como escolher um sócio?

 

Tenha em mente que o sócio ideal é aquele que lhe completa, aquele que reúne competências importantes para o negócio - aquelas que você não tem.

Quando pensamos em sociedade, fica mais fácil incluir um parente, irmão ou até mesmo o cônjuge. Ter alguém que confiamos e até amamos do nosso lado é atraente, mas a dinâmica do negócio não funciona assim: com o passar do tempo corre-se o risco de não termos uma coisa nem outra.

 

Antes de escolher um sócio, questione-se:

 

  1. Essa pessoa complementa suas competências?

Se você é excelente no comercial e vendas, mas tem dificuldade no financeiro e administrativo, então procure um sócio que lhe complemente e traga uma nova competência para a empresa. Não traga alguém que também atua no comercial.

 

  1. Essa pessoa tem a mesma visão de negócio?

Visões conflitantes caminham em direções opostas. É muito comum encontrar sócios com diferentes visões, um querendo crescer, investir e expandir e outro querendo acalmar e se assentar. Evite isso.

 

  1. Essa pessoa pode ajudar o negócio a ser melhor?

Que contribuição real o sócio poderá trazer? Ele vem pra somar? Cuidado com a armadilha do sócio apenas por amizade ou laços familiares.

 

  1. O que essa pessoa pode trazer com sua experiência?

Experiência conta muito e pode fazer a empresa dar saltos de crescimento. Ao invés de buscar isso a alto custo no mercado, podemos trazer um sócio com essas características.

 

  1. Essa pessoa tem capacidade de investimento no negócio?

Negócios exigem investimento. Existem sócios que podem ajudar a trazer esse capital - ou ao menos contribuir com o seu trabalho e agregar valor à empresa.

 

 

VOLTAR

CONTATO


AGENDE UM DIAGNÓSTICO SEM COMPROMISSO.